O setor de eventos é essencial para uma economia saudável e próspera

 

Texto: Vanessa Martin

Esta é a principal conclusão de mais novo estudo sobre a importância econômica do setor de eventos nos EUA, encomendado pelo Events Industry Council e elaborado pela Oxford Economics. Foi apresentado ontem (21/02/18) para a imprensa e o mercado.

O estudo constatou que os eventos presenciais desempenham papel fundamental para a economia nacional e para o fortalecimento dos principais setores econômicos dos EUA:

  • De 2009 a 2016, o setor cresceu 23% gerando US$ 325 bilhões em gastos diretos e US$ 845 bilhões em geração de negócios.
  • Gerou US$ 104 bilhões em impostos federais, estaduais e locais e contribuição de $ 446 bilhões para o Produto Interno Bruto;
  • Em 2016, 251 milhões de participantes participaram de 1,9 milhões de eventos. Por permanecerem mais tempo no país, 11% das despesas são gastas pelos participantes internacionais, apesarem de ser apenas 2% do total de participantes.
  • A cada US1 gasto em eventos presenciais gera benefício adicional de 160% para a economia norte-americana (US$ 1,60).
  • Gastos diretos de grupos de 43 participantes em eventos, garantem um empregos nos EUA. O mercado de eventos nos EUA gera mais empregos diretos do que o setor de alimentos, automóveis, produtos químicos e máquinas. E mantém mais empregos do que o setor de telecomunicações e as indústrias de extração de petróleo e gás.

Acredito que uma das mais importantes questões levantadas está exatamente em quantificar, de maneira clara e inquestionável, a grande importância econômica que o setor de eventos tem para o país. Esta é uma das mais fortes argumentações que um líder pode ter para negociar maior relevância e melhores benefícios para o setor.

Com a magnitude a abrangência que o mercado de eventos possui, só mesmo uma ação que mobilize todo os principais setores diretos para conseguir este resultado, como o Events Industry Council, composto por 30 associações do setor de eventos que representam 103.500 mil pessoas e 19.500 empresas.

Como há sempre um aprendizado e lição de casa que se pode fazer melhor na próxima vez, oxalá notícias como esta sirvam para mostrar as inúmeras vantagens que estudos estratégicos de mercado, que tenham credibilidade e sejam executados exemplarmente, podem trazer para gestão de empresas, de mercado e de um país.

Que venham muitos outros estudos similares feitos em nosso país!

Para acessar o estudo completo:

http://www.eventscouncil.org/docs/default-source/default-document-library/oe-eic-meetings-significance—2018-february.pdf

Fonte: http://www.eventscouncil.org/Newsroom/headlines/2018/02/21/meetings-events-industry-releases-new-economic-impact-data

Fonte: https://www.revistaeventos.com.br

 

 
Esta entrada foi publicada em Artigos e marcada com a tag , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.