Hóspedes

 

 

Quem aguarda convidados para passar uns dias em sua casa e está no meio de uma reforma, com problemas pessoais ou no trabalho deve adiar o convite. Lembre-se que em momentos mais tranquilos, você pode curtir melhor a visita de uma amiga, fazendo com que se sinta bem recebida.

Manda a etiqueta que, ao convidar alguém para se hospedar em sua residência, você mesmo deve sugerir a data inicial e final para a permanência de sua hóspede. Isso pode ser feito de uma forma muito delicada. Se uma pessoa lhe diz que gostaria de passar alguns dias em sua casa, você pode sugerir: ” – Por que você não vem para o jantar na sexta-feira e fica até o domingo? Ficaremos contentes com sua visita. ” Convidando assim — fixando datas — a hóspede saberá quanto tempo durará sua estada.

É bom ter em mente que receber hóspedes requer disciplina, atenção e carinho. Para começar, você deve preparar um quarto especialmente para sua hóspede. Mas se não tem um quarto disponível, isso não é motivo para recusar hospedagem a uma pessoa querida, nesse caso, um sofá-cama na sala de TV ou no escritório resolve o problema. O que não pode faltar são itens como roupa de cama limpa, lugar para a mala e artigos de higiene no banheiro, que deixarão sua hóspede bem acolhida.

Uma coisa importante para todo anfitrião é explicar como funcionam os equipamentos, inclusive a máquina de lavar, o forno e os hábitos domésticos. Abra os armários, mostre onde guarda as coisas na cozinha e nunca deixe de ser você mesma, para agradar a ninguém. Se você tem algum hábito, que considera imprescindível, esclareça. Se você não gosta que andem de salto no sinteco da sua sala, ou entrar com sapatos em casa; disponibilize chinelos ou pantufas. Porém, não seja inflexível e não tenha um ataque de nervos se seu hóspede quebrar um copo ou colocar a mala sobre a cama.

Se notar que a pessoa circula pela casa com roupas íntimas e isso lhe incomodar ou causar constrangimento ao seu marido ou filhos, explique a rotina em detalhes. E se fumar em casa incomoda, coloque ainda essa observação. Logicamente um modo de falar com delicadeza e camaradagem não irão causar mágoas.

Descubra discretamente quais são os gostos alimentares, seus hábitos, o que gosta e o que não gosta. Isso evita que você prepare um prato delicioso e sua hóspede está em dieta. E não saia de sua casa deixando-a sozinha, a menos que seja imprescindível. Deixe à disposição de sua hóspede: toalhas de banho e rosto, sabonete, pasta e escova de dentes. No verão, se no quarto de hóspedes não tiver aparelho de ar-condicionado, deixe um ventilador; no inverno, um aquecedor. À noite, antes de deitar, para um maior conforto, deixe uma jarra de água e copo disponível.

Você também deve fazer uma programação de passeio em que possa acompanhá-la, porém reservando um tempo para que ela possa ficar só. Coloque-se à disposição mas não insista em programas que sua hóspede não mostre interesse.

SE VOCÊ FOR HÓSPEDE

Hóspede ideal é aquele meio invisível, ou seja, que não interfira no cotidiano doméstico. Se seu anfitrião ou anfitriã não puder passear com você ,é melhor se virar sozinha. Mantenha a arrumação geral, a higiene do banheiro, guarde sua roupa íntima e conserve a louça limpa. Procure saber onde tem papel toalha, desinfetante, pano de chão e perceba o ritmo doméstico.

Se todos acordam cedo, por exemplo, não chegue em altas horas da balada. E cuidado com o limite da intimidade: não seja espaçosa, e não traga seus amores ou ficantes de uma noite. Seja prestativa, prepare um chá ou café. Se você sabe cozinhar bem e quem a recebe estiver de acordo, promova um jantar.

Evite ser inconveniente, forçando seus anfitriões a mudarem todas as rotinas da casa para atendê-la. Se você tem dietas especiais, ofereça-se para comprar e fazer seu próprio alimento. É sempre elegante se oferecer para ajudar nas tarefas da casa, lavar a louça, mas é uma obrigação arrumar a cama ao levantar-se.

Uma hospedagem na casa de amigos nunca deve ultrapassar uma semana, e jamais prorrogue o período combinado. Uma dúvida sempre surge quando aparece um convite para ficar na casa de amigos: é necessário levar roupas de cama e banho? Não existe problema algum em perguntar aos anfitriões sobre isto. Aproveite e questione se é preciso levar mais alguma coisa. No passado, esse gesto era interpretado quase que como ofensa, porém atualmente é visto como sinal de amizade, consideração e moderação.

Antes de ir embora gratifique a empregada, se houver, e evite deixar rastros de sua passagem pela casa. Ao usar o banheiro, mantenha-o limpo. Não deixe roupas e sapatos espalhados e seja cuidadosa quanto às suas observações. Se o assunto é familiar, não se intrometa. E se sentir que sua presença possa estar causando constrangimentos; encurta a sua hospedagem.

 

Fonte: http://gestaodenegocioseeventos.blogspot.com.br/

 

 

 
Esta entrada foi publicada em Artigos e marcada com a tag , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.