3 passos para fazer eventos inclusivos on-line

 

Acessibilidade e inclusão são assuntos que precisam fazer parte do universo corporativo. Por isso, os eventos inclusivos ganham cada vez mais importância, e devem ser planejados com cuidado para atender a todas as necessidades dos visitantes.

Em meio à pandemia — um período no qual o isolamento social está presente no dia a dia —, os eventos precisam ser on-line, mas nem por isso precisam deixar a inclusão de lado. Confira este artigo e entenda!

Diferenças entre eventos inclusivos on-line e presenciais

Quando falamos de eventos inclusivos, no caso dos presenciais os cuidados são diferentes. Isso porque, além da experiência propriamente dita, é necessário dispor da infraestrutura para que todos tenham pleno atendimento.

Envolve pessoas treinadas para prestar auxílio a quem tem habilidades motoras reduzidas, banheiros e salas adaptados, tradutores, uma cozinha preparada para atender a veganos, vegetarianos, celíacos, entre outros.

No on-line, a questão inclusiva impacta, de fato, a experiência. Além de uma conexão de qualidade, um bom áudio e equipamentos razoáveis de filmagem, também é importante levar em conta o que o seu público pode precisar em termos de acessibilidade.

A maioria dos eventos on-line conta, por exemplo, com um intérprete que traduz o que é falado para LIBRAS e legendas (quando possível). Outro ponto é entender ainda se aquelas pessoas conhecem o assunto, ou se é necessário incluí-las de alguma maneira, com materiais introdutórios.

Passo a passo — como fazer um evento on-line inclusivo?

Criar um evento on-line não é uma tarefa complicada, mas é importante tomar certos cuidados para manter a inclusão! Veja algumas dicas:

  1. Planeje-se

Ainda que seja um evento on-line, o planejamento não deve ser visto com menos importância. Afinal, não é só porque você talvez não precise alugar um espaço e contratar fornecedores que tudo pode ser feito de qualquer maneira, principalmente se for um evento inclusivo.

Monte todo o cronograma, considere tudo e já insira os materiais de divulgação, sempre pensando em um nome bem interessante. Lembre-se que a internet é bem competitiva!

Ou seja: informações imprecisas, horários errados ou qualquer outro deslize desse tipo podem ser extremamente prejudiciais.

  1. Conheça seu público

Saber quem participará é essencial para compreender alguns pontos do evento. Por isso, é importante, se possível, organizar um RSVP de quem for “comparecer”.

Assim você pode saber a magnitude do que será feito e, até, se precisará focar em alguma necessidade especial para atender às pessoas.

  1. Aposte em uma equipe preparada

A interação on-line tem suas especificidades, e ninguém melhor para lidar com isso do que uma equipe preparada e experiente. Solicite a ajuda de profissionais desde a montagem da estrutura até a decisão das tecnologias que serão utilizadas.

Tudo deve estar perfeito, sem problemas de conexão ou questões que impeçam alguém de participar. Faça uma checagem completa alguns minutos antes e entregue o melhor evento para seus convidados!

Fonte: www.copastur.com.br

 

 
Esta entrada foi publicada em Artigos e marcada com a tag , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.